Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


Barra Lateral

Traduções para esta página?:
 



Servidor Debian 9 'Stretch'


Servidor Debian 4.0 Etch


pt:etch:install:before_start

Página desactualizada Esta página contém uma versão anterior deste guia que pode estar desatualizada. Para a consultar a versão mais recente clique aqui.

1.0 Antes de Iniciar

: Actualização: : A versão Debian Etch 4.0 foi actualizada, sendo a versão actual a 4.0r9. O CD de instalação mais actual passa a ser debian-40r6-i386-netinst.iso, pelo que todas as referências ao CD de instalação foram alteradas, para contemplar esta actualização. Os detalhes da última actualização (Debian Etch 4.0r9) estão disponíveis em *http://www.debian.org/News/2008/20081218.

Preparar o CD-Rom de instalação

O modo mais fácil de instalar o debian é a partir de CD. Descarregar uma imagem do CD de instalação (ficheiro com a extensão “.iso”) e gravar um CD com essa imagem.

Nos mirrors da debian, existem várias imagens cd CDs e DVDs de instalação, desde um “mini” CD de 32M (debian-40r9-i386-netinst.iso) até a um conjunto de 3 DVDs, com praticamente todo o software que existe nos repositórios da debian.

Como o objectivo é instalar um servidor, a melhor opção é fazer uma instalação mínima, e instalar a partir da Internet os pacotes que necessários.

Descarregar o ficheiro ISO de instalação

Para descarregar o ficheiro ISO, procurar um mirror debian o mais próximo possível. Uma lista de mirrors está disponível em http://www.debian.org/CD/http-ftp.

Pode descarregar o ficheiro ISO para múltiplas arquiteturas diretamente a partir de:

Se preferir instalar uma versão específica para a arquitetura da sua máquina pode descarregar o ficheiro ISO diretamente a partir de:

Versões anteriores estão também disponíveis nos arquivos da Debian:

Criar um CD-Rom de instalação

Utilizar um software de gravação que permita criar CD-Roms de arranque a partir de imagens ISO. Notar que arrastar o ficheiro ISO para o software de gravação não é, provavelmente, a melhor opção.

Configurar o arranque a partir do CD-Rom

Esta opção pode ser configurada no BIOS do PC. Deverá ser indicado o CD-Rom como o dispositivo de arranque prioritário.

Nalguns sistemas mais recentes, é possível escolher a partir de um menu qual o dispositivo de arranque.

Esta configuração varia consoante o sistema e BIOS instalado, pelo que, em caso de dúvidas, consultar a documentação ou o [*http://www.debian.org/releases/stable/i386/ch03s06.html.pt#bios-setup Guia de Instalação de Debian GNU/Linux].

Atenção a eventuais perdas de dados

Atenção: durante a instalação do sistema debian, o disco será formatado, pelo que todos os dados serão destruídos. Verificar que o disco não tem dados importantes. Em caso de dúvida, fazer primeiro cópias de segurança do seu conteúdo.

//root// ou utilizador normal?

Regra geral, nunca se deve trabalhar num sistema Linux como root (super-utilizador). Ter sempre em conta que, como root, o utilizador tem todos os poderes, pelo que um pequeno erro ao digitar um simples comando pode ser catastrófico para todo o sistema.

No entanto, para configurar um sistema é, geralmente necessário ter privilégios de super-utilizador, uma vez que um utilizador normal não pode, regra geral, editar ficheiros de configuração, parar ou iniciar serviços, etc.

A regra a aplicar é a do bom senso: sempre que possível, trabalhar sempre como utilizador normal; apenas em caso de absoluta necessidade, mudar para root e apenas durante o estritamente necessário.

O comando su permite mudar de identidade. Pode ser utilizado para um utilizador normal se tornar root, caso conheça a respectiva password:

fribeiro@server:~$ su - root
Password:
server:~#

A partir deste momento e para todos os efeitos, é o utilizador root que está activo.

Para terminar a sessão como root, utilizar o comando exit:

server:~# exit
logout
fribeiro@server:~$

1.1 Guia de Instalação do Debian 4.0 Etch

pt/etch/install/before_start.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2019-04-06 15:45 (Edição externa)

Ferramentas de Página